sábado, 21 de setembro de 2013

Serpenses Ilustres (Figuras da nossa Terra) II

D. Fernando de Serpa, senhor desta vila por graça de El Rei.
Consta do obituário da Sé de Lamego a seguinte ocorrência: Obijt domnis domnus Jnfans Fernndus de Serpa. E "M." CC."Lxxx"
Trata-se do registo da morte de D. Fernando de Serpa, sem outra referencia, sobre o seu nome, linhagem ou data de nascimento. Supõe-se assim que teria à data da morte cerca de 30 anos, uma vez que terá nascido em Santarém no ano de 1216/17 e a sua morte registada a 19 de Janeiro de 1246. 
Era o terceiro filho varão de D. Afonso II irmão de D. Sancho herdeiro da coroa e de D. Afonso que viria a reinar como Afonso III. 
D. Fernando terá 14/15 anos quando se dá a tomada do Castelo de Serpa.
Em Lisboa El Rei D. Sancho II tinha-se "pegado" em contendas com o clero e quando ficou vaga a mitra escolheu para a herdar um dos dois concorrentes mas o contrário ao escolhido pelo Cabido da Sé, foi quanto bastou para que D. Fernando entrasse na cidade com um séquito de homens de guerra e mandasse queimar todos s moveis e alfaias do preferido do Cabido da Sede. Mais ao ver recusado o mandado feito aos seus homens arrombar o tecto da igreja (recusa feita por ser violação de recinto sagrado) chamou mouros dos muitos que havia em Lisboa dando-lhe a mesma ordem. O desacato foi total mas não foi a única vez que o "moço" D. Fernando, na altura com 20 anos teria cometido tal sacrilégio. Daí que tenha sido excomungado mas, entregue depois aos remorsos ter-se-à dirigido a Roma, pedindo perdão ao Papa Gregório IX que lhe terá levantado a excomunhão a troco de pesadas penitências.
Casou com Dª. Sancha Fernandes de Lara, filha do Conde Castelhano, D. Fernando Gomes de Lara. Depois do casamento levou uma vida pacata e, ao que se sabe terá doado o senhorio de Serpa a sua mulher, conforme consta de vários documentos existentes.
D. Fernando de Serpa, senhor também das terras de Lamego ai terá falecido no dia 19 de Janeiro de 1246 como consta, como acima dissemos do obituário da Sé de Lamego.
Bibliografia consultada: Notas Históricas acerca de Serpa do Conde de Ficalho